HISTÓRIA

Ídolos

Alguns dos grandes nomes da história do do Tupi foram: 

Machado Sobrinho, Luiz de Gonzaga Machado Sobrinho, Manoel Gomes Filho, Miguel Cautiero, Edgar Victor Forreaux, Tomaz Bernardino, Marques Sobrinho, Nilo Neves, João Simões, Luiz Gervason, José Rodrigues de Oliveira, A. Horta Jardim, Kalil Bitar, Ítalo Pasquini, Luiz Fellet, Edgar Guimarães, José Brevigliéri, Alberto Vieira Lima, Admardo Kock Torres, Photophysio de Souza Pinto, Antônio Fernandes Ervilha, Antônio Lessa, Carlos Coelho Alves, Afonso Franco, Jacinto Costa, Jaime Lage, Geraldo Oliveira e Silva, Carlos Magnavaca, Áureo Gomes Carneiro, Luiz José Rocha, Antônio N. Couri, Mário Tortura, Tenente-Coronel Moacir Corrêa, Walter Corrêa (Canário), Callil Radd, Ouadi Salomão (Dadú), Maurício Baptista de Oliveira e Geraldo Magela Tavares.

Dentre os jogadores que marcaram e ficaram na história do clube estão: Othelo Rossi, Lalinho, Tufy, Foto, Lage, Nery, Raul, Chiquinho, Belozi, Magalhães, José Felício, Bacury, Miro, Colecionado, Armando, Rolando, Dimas, Caneca, Caiana, Jairo Caldas, Nariz, Cotoco, Pescoço, Paulo Garcia, Orlando Benfica, Linton, Domício, João Pires, Toledo, entre tantos outros. Recentemente o maior ídolo carijó foi o atacante Ademílson, com passagens por Botafogo e Fluminense. O jogador é o maior artilheiro do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.