Tupi é derrotado pelo Betim, mas segue na zona de classificação

Galo depende apenas de suas próprias forças para avançar ao hexagonal

Foto: Daniel Gonzaga/Betim Futebol

Pela décima e penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro do Módulo II, o Tupi foi derrotado pelo Betim Futebol por 2 a 1, na tarde do último sábado (04), na Arena Vera Cruz, em Betim. Com o resultado, o Galo Carijó permaneceu com 15 pontos e se manteve na zona de classificação para o hexagonal final. Mesmo com o complemento da rodada, o Tupi não deixará de configurar entre os seis primeiros colocados, que o deixa em condições de não depender de outros resultados para avançar de fase na última rodada. Já o Betim, garantiu sua classificação e se consolidou na liderança da competição.


O jogo


O Tupi entrou em campo disposto a buscar um resultado positivo, que possibilitasse garantir a classificação, antecipada, para o hexagonal final do Módulo II do Campeonato Mineiro. E logo aos 4’, o Galo saiu na frente. Falta na intermediária de ataque, o artilheiro Carijó, Muller Fernandes, bateu com força e fez 1 a 0 para o alvinegro juiz-forano. À partir daí, o Betim foi tomando conta das ações do jogo, pressionando bastante a defesa Carijó. Os donos da casa buscavam mais a beiradas do campo e assustava em vários lances de cruzamentos. Aos 20’, o Betim quase empatou, mas Matheus Cabral, que substituía o capitão João Lucas, salvou realizando grande defesa. Logo em seguida, aos 27’, mais uma vez Matheus Cabral, após defender uma bola de Bambam, cara a cara. Aos 36’, o Betim chegou a marcar, mas a arbitragem assinalou impedimento na jogada. Quando o primeiro tempo caminhava para a vitória Carijó, a 30 segundos do fim, o Betim chegou ao empate com Marino.


O panorama do segundo tempo continuou o mesmo, com o Betim dominando as ações da partida e criando as melhores oportunidades. O comandante Carijó, Ademir Fonseca, bem que tentou realizar algumas mudanças, mas que pouco surtiram efeito. Com o Betim atacando buscando a virada, voltava a aparecer a melhor figura do Galo no jogo, o goleiro Matheus Cabral, que realizava importantes intervenções. Aos 20’, não teve como segurar o ímpeto dos donos da casa. Após cruzamento na área, o centroavante Grampola subiu e cabeceou com precisão para virar a partida à favor do Betim. Atrás no placar, o Galo se lançou mais à frente nos minutos finais, tentando ao menos o empate. A grande chance apareceu aos 47’, quando após rebote da zaga, o lateral Elder dominou, na entrada da área, pelo lado esquerdo e bateu no canto, mas o goleiro Thulio se esticou todo e desviou para escanteio, evitando assim o empate Carijó. Final, Betim 2 a 1.


Próximo compromisso


O Galo volta a campo no próximo sábado (11), para enfrentar o Coimbra, às 15h30, no estádio Municipal Radialista Mário Helênio. O confronto é válido pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro do Módulo II. O Tupi precisa de uma simples vitória para alcançar a classificação para o hexagonal final. O elenco Carijó se reapresenta na tarde desta segunda-feira (06), às 15h30, no Salles Oliveira, e inicia a preparação para o confronto decisivo de sábado.


Ficha técnica

Betim 2x1 Tupi – 10ª Rodada do Campeonato Mineiro do Módulo II

Local: Arena Vera Cruz, em Betim

Data e hora: 04/06/2022 às 15h00

Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira

Árbitro Assistente 1: Magno Arantes Lira

Árbitro Assistente 2: Samuel Henrique Soares Silva

Quarto Árbitro: Daniel Da Cunha Oliveira Filho

Inspetor: Renato Cardoso Da Conceição

Cartões amarelos: Giancarlo (BET), Levi (BET), Bambam (BET), Osvaldir (BET), Darlan (BET), Garré (BET).

Gols: 04’ 1ºT Muller Fernandes (TUP); 47’ 1ºT Marino, 20’ 2ºT Grampola (BET).


Escalação do Betim

Thulio; Osvaldir, Edcarlos, Felipe Gregory e Jhonathan Moc; Yuri Naves (Diogo Santos), Marino, Fernando Medeiros e Giancarlo (João Gabriel); Bambam (Grampola) e Levi (Garré).

Técnico: Eugênio Souza.


Escalação do Tupi

Matheus Cabral; Adson, Adriano Alves, Wellyson (Rafinha Borges) e Elder; Gabriel Cassimiro, Jeffinho, Raphael Toledo (Emerson) e Hiroshi (Willy); Pingo (Sávio) e Muller Fernandes (Pedro Vitor).

Técnico: Ademir Fonseca.


Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o site do Tupi como a fonte da informação.